sábado, 6 de março de 2010

18. KIM MOLINERO


Título da obra: SUCATA
Técnica: Acrílico s tela
Dimensões: 120x80
Ano: Jan_2009
1.800,00€
(devolvido)
“Ser Artista Plástico por Paixão à Arte!”
Nasceu em Lisboa em 1954.
Exerce actividade nas áreas Financeira e Imobiliária. É Economista.
Autodidacta. Foi Jornalista. Escreve poesia, faz Pintura, Escultura e Fotografia.
Em 1970 começou a pintar aguarelas que vendia na Nazaré, Lagos e Albufeira.
Recomeçou 3 décadas depois… “com a força de uma maturidade de ideias e vontade de exprimir o que lhe vai na mente, para que a memória nunca se apague e o tributo perdure... pela arte!”
“Em arte não há pressas... apenas a criatividade e a sua forma de ver as coisas e o Mundo espelhando um poema em palavras não ditas em tela.”

To be Plastic Artist for Passion to the Art!
He was born in Lisbon, in 1954.
Being an Economist he has always worked in the Finance and Estate areas. He is a self-taught man in both plastic and visual art.
He was a journalist and wrote for different newspapers.
He is a poet and also a photographer. He is also a sculptor.
In 1970 he started to paint watercolours wich he used to sell on the streets in Nazaré, Lagos and Albufeira. Hitchhiking he got rides to those places whose landscapes he painted.
In 2005 he painted watercolours, pastels, acrylics and oils and with the help of enthusiastic friends, who commissioned some works, he got strength, maturity and will to express the ideas in his mind and soul. Never let the memory fade and carry on, that is his motto: love for art is everything!
Nowadays he tries to be in friendly terms with life, colour, emotion, surrounded by the tenderness of those who cherish him. His works reflect his message and his knowledge, they share experiences and emotion.
In Art there is no .......ust creativity and the way one looks at life and the World.
The words that are not written on his paintings are a poem.

Critícas
Opinião do Crítico de Arte , STEFANO IATOSTI***

" L'artista portoghese KIM MOLINERO può essere definito un astrattista lirico “, per la sua evidente fede nella capacità del colore puro, prima ancora che della forma, di comunicare emozioni e sentimenti. Tuttavia l'astrazione è solo uno dei suoi campi d'intervento poiché la stessa felicità cromatica si ritrova nei suoi paesaggi, mentre nei nudi, dove la gamma si fa essenziale, domina una linea sinuosa e quasi compiaciuta nel restituire l'eleganza del corpo femminile ".

--Stefano Iatosti é: critico d'arte, laureato in filosofia, Ha pubblicato la raccolta di poesie "Il gioco dei moventi" (Pescara 1989). Si è occupato di musica contemporanea collaborando con il Freon ensemble.



Opinião do Crítico de Arte e Artista Plástico FERREIRA PINTO***

“O verdadeiro sentimento é como o rio que corre à luz do sol e depois atravessa a escuridão da noite com o mesmo murmúrio jubiloso.”

Na obra de Kim Molinero, há um mundo que se vai revelando, um mundo onde o artista se movimenta com grande à vontade, como quem persegue os passos de um outro personagem muito semelhante a si próprio. É interessante como esse espaço do imaginário do autor, se veste e reveste de uma extraordinária beleza cromática, muito condicente com a sua personalidade – alegre, presencial, determinada, conclusiva e profundamente bondosa. Julgo estar diante de um ser muito generoso, de uma crença enorme, num acreditar incondicional do outro seu semelhante, seu companheiro de viagem nesta experiência de vida. Apercebo-me da sua nobreza, da sua enorme capacidade de se colocar ao serviço do seu semelhante.

É licenciado em economia, poeta, escultor, jornalista, fotógrafo amador, curador e promotor de eventos de arte e de tertúlias.

Mas, é na área das artes plásticas que Kim Molinero se realiza e é aí onde este trabalho incidirá.

Foram-lhe atribuídos vários prémios, nacionais e internacionais, donde se destacam o "PREMIO INTERNAZIONALE - ARTISTA DELL'ANNO 2007" - il premio "PER IL MIGLIOR ARTISTA STRANIERO, atribuído pelas associações de elevado prestígio, UIL-UNIONE ITALIANA del LAVORO, UNIONE NAZIONALE SCRITTORI E ARTISTI e ASS.I.S.ART-Associazione Indipendente per lo Siviluppo delle Arti in Italia - Spezia – Itália.

De realce, a Outorga de COMENDADOR com o GRANDE COLAR DE OURO e COMENDA das ARTES VISUAIS, da Associação Brasileira Desenho Artes Visuais, 2007, homenagem da ABD a Artistas Plásticos. Rio Janeiro – Brasil, a de MEDALHA OURO – Exposição Museu Conde de Linhares, 2007, São Cristóvão, Rio Janeiro – Brasil e a MEDALHA PRATA – Instituto da Arte da Urca – A Arte do Vinho, 2007, Rio Janeiro – Brasil.

Kim molinero possui assim, uma vasta obra, espalhada por vários pontos do globo. É vasto também o número de exposições em que esteve representado - mais de centena e meia de colectivas e cerca de três dezenas individuais. É possuidor do Certified Member by the Association Internationale des Artes Plastiques – UNESCO.

O seu centro de gravidade parece estar fora do seu próprio corpo, pois a sua influência estende-se com enorme facilidade para espaços bastante longínquos da sua habitual localidade física. Há pessoas que tem esse condão especial – estar sempre disponível para os outros, seus semelhantes e tal como a sabedoria afirma: “ se precisas de alguém que te faça um trabalho, pede a quem esteja já ocupado, pois que, quem estiver sem fazer nada, vai dizer que não tem tempo.”

Vejo a pintura de Kim Molinero, posicionada entre o abstracto e o figurativo. Poderia afirmar que se aproxima por vezes do expressionismo.

É uma obra que explora a cor mas que se veste de uma aparente simplicidade. É rica no seu conteúdo, pois Kim Molinero procura, quase sempre, transpor para a tela “algo” que reputa de interessante, quer do ponto de vista do seu imaginário, quer daquilo que constitui os pontos marcantes do quotidiano da sociedade desta aldeia global, que é cada vez mais, este nosso planeta. Mergulhando mais fundo na sua obra, vislumbra-se claramente tudo quanto leva o artista a se revelar através da pintura. É muito interessante este trabalho de descodificar uma obra de arte, quando ela usa um modo abstracto de se apresentar ao apreciador.

Kim Molinero, tal como é referido no seu curriculum, deixou a sua principal actividade – de economista, para se dedicar em exclusivo às artes plásticas. Este gesto define a linha evolutiva de Kim Molinero. Imagino a forma determinante e extremamente segura como essa opção soou aos seus ouvidos internos e que acabou, de forma incorruptível, por constituir a sua grande e verdadeira escolha para a sua realização como pessoa humana. Os grandes artistas tem alguma dificuldade em conciliar com sucesso, múltiplas actividades em simultâneo e acabam por se entregar de corpo inteiro à sua grande vocação. Quantas pessoas passaram ao lado de uma grande carreira, por não terem a coragem de fazer a opção que se afigura a mais indicada para a sua realização.

Voltando à pintura de Kim Molinero, a cor que associa aos seus trabalhos, e até mesmo a estética, são resultado natural daquilo que o artista é no mais profundo do seu ser, não admirando que se expresse, em termos cromáticos, com a maior simplicidade e à-vontade. Apercebe-se que não há esforço, nem dúvidas, quanto às escolhas que faz, na hora de se projectar para o espaço branco das telas.

Olhando para a sua obra, patente em vários “sítios”, destaco apenas algumas obras, que considero importantes para este trabalho, pela mensagem que me sugerem.

“Quatro Elementos”, é um acrílico sobre tela, pintado em 2008, onde o artista se inspira nos quatro elementos da natureza – Terra, Água, Fogo e Ar e associa a cada elemento ideias interessantes, hoje muito em discussão nos midia. Para o elemento Terra, utiliza o globo, como símbolo do planeta, muito maltratado pelo homem. Ao lado do globo aparece uma árvore, simbolizando o grande apelo à humanidade para que conserve o mais rigorosamente possível a “floresta”, indispensável à natural sobrevivência humana. Por baixo do globo e ao lado da árvore, aparecem pedras de cristal, simbolizando o valor do solo deste nosso planeta, completamente coberto por vastas camadas de cimento e asfalto, impedindo de se afirmar com total legitimidade. No elemento água, é pintado um olho lacrimejando, querendo mostrar a dor que o ser humano consciente sente pelo desprezo que é votado ao bem precioso, a “Água” , como que adivinhando o seu esgotamento gradual. No elemento “Ar” afigura-se-me uma película impermeável ao redor do planeta, impedindo-o de interagir com o restante do sistema solar. Será essa película, resultado de toda a panóplia de agentes poluidores, incluindo as “formas pensamento” que os humanos projectam para fora de si próprios? No elemento “Fogo”, vejo uma chama, que tanto poderá significar o fogo do caos que se instala no planeta, como uma vela que se acendeu para simbolizar o acto de purificação deste planeta que se autodestrói gradualmente por via da inconsciência humana.

“Fire”, “Symbioses” e “Econocrisis” são séries que representam de forma perfeita a harmonia cromática e estética que caracteriza este autor. Olhando para estas obras, mais em particular para as dos conjuntos “Fire” e “Symbioses”, fica a ideia de se tratar de um artista a quem se poderia apelidar de “ artista da cor”. A cor por si só, exprime já alguma coisa, mas na pintura de Kim molinero, há o registo de uma conjugação perfeita das cores sem prejuízo para o equilíbrio cromático e estético da obra.

Outras obras, tais como “Emulsions” e “Galaxi”, prendem a atenção dos apreciadores da obra de Kim Molinero. “Galaxi” faz transparecer um “raid” feito pelo artista ao Impressionismo abstracto, mais propriamente, de forma pouco afirmativa, ao estilo “Dripping”, que imortalizou Pollock.

Muito mais se poderia extrair da obra de Kim Molinero, extensa, rica e fácil de se gostar.

A galeria virtual “www.davincigallery.net”, da qual é membro, é um bom exemplo da sua dedicação às artes plásticas, ao promover exposições no espaço nacional e até no estrangeiro, para os membros daquela galeria.

“Não chega primeiro quem vai mais depressa, mas quem sabe onde vai”, e Kim Molinero tem as suas metas bem definidas, embora contudo entenda que é no caminhar, passo a passo, pela estrada que escolheu, que encontra a sua maior satisfação, que reputa de maior importância nesta sua jornada artística.

Por fim, fica a certeza que Kim Molinero vai continuar o seu trajecto evolutivo no mundo das artes e o seu nome continuará, dentro e fora do país, a chamar a atenção dos apreciadores da boa pintura.

Prémios

* - Outorga de COMENDADOR @ com o GRANDE COLAR DE OURO e COMENDA das ARTES VISUAIS, da Associação Brasileira Desenho Artes Visuais, 2007, homenagem da ABD a Artistas Plásticos. Rio Janeiro, Brasil.

* - "PREMIO INTERNAZIONALE - ARTISTA DELL'ANNO 2007 in IÁLIA" @ il premio "PER IL MIGLIOR ARTISTA STRANIERO all' artista portoghese: KIM MOLINERO", atríbuido por 3 associações de elevado prestígio:
- UIL-Unione Italiana del Lavoro, Roma, Itália.
- UNSA – Unione Nazionale Scrittori e Artisti, Roma, Itália.
- ASS.I.S.ART-Associazione Indipendente per lo Siviluppo delle Arti in Italia, Spezia, Itália.
* - MEDALHA OFICIAL do MÉRITO CULTURAL Fluminense de Belas Artes, 2008, Niterói - RJ - Brasil
* - MEDALHA OURO @ Exposição Museu Conde de Linhares, 2007, São Cristóvão, Rio Janeiro - Brasil
* - MEDALHA PRATA @ Associação Diplomados da ESG - 6º ASDEG, 2008 - Rio Janeiro - Brasil,
* - MEDALHA PRATA @ Instituto Artes da URCA - "Dia Trabalho 2008", 2008 - Rio Janeiro - Brasil
* - MEDALHA PRATA @ 5º Salão Artes Plásticas Meio Ambiente – Acad. Meio Ambiente, 2008 - RJ, Brasil
* - MEDALHA PRATA @ 6º Salão Artes Plásticas - Marinha Brasil - Escola Guerra Naval, 2008, RJ - Brasil
* - MEDALHA BRONZE - 31º Salão Bernadelli, Soc. Brasileira Belas Artes, 2007, Rio Janeiro - Brasil
* - MEDALHA BRONZE - 6º Salão Artes Plásticas Vinhedos Ass. Brasileira Sommeliers, 2007, RJ - Brasil.
* - MEDALHA BRONZE @ VII Salão Escola Superior Guerra, 2007 , Rio Janeiro Brasil
* - MEDALHA BRONZE @ Instituto da Arte da Urca - A Arte do Vinho, 2007, Rio Janeiro - Brasil
* - MENÇÃO HONROSA - 29º Salão da Marinha, 2007, Rio Janeiro - Brasil
* - MENÇÃO HONROSA @ ADESG - Escola Superior Guerra, 2007, Rio Janeiro - Brasil
* - 2 Artmajeur @ @ PRÉMIOS PRATA 2007 (jan e nov)
* - 1 Artmajeur @ PRÉMIO PRATA 2008 (jan)
* - 1 Artmajeur PRÉMIO PRATA 2009 (jan)
* - Certified Member by the Association Internationale des Artes Plastiques – UNESCO.
Exposições Individuais
2010
Em Agenda 6 Exposições de Maio a Outubro.
2009
Centro Cultural de Esgueira-Aveiro, Centro Cultural da Nazaré, Museu Vouzela, Biblioteca Municipal Oliveira do Bairro, Museu Regional Oliveira Azeméis, Biblioteca Municipal Nazaré, Galeria Cine-Teatro Nazaré, Câmara Municipal Armamar, Sala Exposições Câmara Oliveira Bairro, Galeria Misericórdia Aveiro, Galeria Lord – Lisboa.
2008
Museu Fundação Dionísio Pinheiro – Águeda, Biblioteca Municipal Vale Cambra, Câmara Municipal Nazaré, Galeria Charbonnade – Caldas Rainha, Galeria Adamastor – Praia Foz Arelho, Galeria Pamp – Braga, Galeria Golf Montebelo – Viseu, Galeria Café - Caldas Rainha, Galeria Turismo – Nazaré, Centro Cultural Valado Frades.
2007
Galeria Rafael – Lisboa, Galeria Turismo – Nazaré, Centro Cultural Valado Frades, Galeria Adamastor – Praia Foz Arelho, Galeria Toa Toa – Foz Arelho, Galeria Marcianos – Foz Arelho.
Exposições Colectivas
2010
“Ao Redor da Pesca” – Centro Cultural Nazaré – Nazaré; “Pintura e Escultura Moderna Contemporânea“ Galeria Leiria & Nascimento – Exposição e Leilão de 88 Obras de 77 Artistas c/minha Obra “DUO”– Lisboa; Arte&Meios” – Biblioteca Municipal– Nazaré. “ItenereSttelae” - Caminhos de Santiago-Jubileu 2010 – Palácio Sotto Mayor – Figueira da Foz; “Movimento” - Galeria Lord – Lisboa; “Macieir’Art” – Câmara Municipal – Armamar; DartGallery – Aveiro; “Arte de Mãos Dadas c Madeira” Exposição e Leilão – Galeria Aberta e Galeria Mafalda D'eça - Monte Estoril; “Perspectivas” Duo com Miguel Morgado - Biblioteca Municipal Oliveira do Bairro; “Ajuda com Arte” – Leilão Solidário com a Madeira - Galeria Vieira Portuense - Salão Nobre Clube Fenianos Portuense – Porto;
2009
Galeria Ferrer Correia – Casa Cultura de Coimbra – Coimbra; Natal Magenta 2009 – Figueira Foz; Campin’Art – Galeria Arte Conservatório Maria Campina e Fundação Pedro Ruivo – Faro; Águeda´Art – Museu Dionísio Pinheiro – Águeda; Arte Solidária / Multideficiência Oiã – Oiã; Galeria Vieira Portuense – Porto; Vouzel’Art Museu Vouzela; Artmixt '09 Oliveira Bairro Contemporânea – Oliveira Bairro; Olibart '09 Internacional - Oliveira Bairro; Artmixt '09 AVEIRO Contemporânea - Aveiro; Galeria 74 – Porto(Set); Tripart ’09-Museu Regional Oliveira Azeméis – Oliveira Azeméis; Galeria Junta Freguesia Estoril - Estoril; Museu Vouzela, Palcos Cruzados – Vouzela; Galeria Turismo Nazaré – Nazaré; Galeria 74 – Porto(Jul); Tripart ’09-Centro Cultural Nazaré - Nazaré; Tripart ’09_grupo II-Museu Etnográfico de Mira – Mira; Doação ABCReal Portugal, Sana Hotel Malhoa – Lisboa; Tripart ’09_grupo I-Museu Etnográfico de Mira – Mira; Pictoremas – Centro Cultural Esgueira – Aveiro; Muro-Port Art’09 – Muro-Maiorca – Espanha.
2008
Hotel Albatroz – Cascais; Galeria 74 – Porto; Internacional Artes Plásticas Forte Copacabana - Rio Janeiro – Brasil; CRIATIVARTE - Auditório Municipal - Vila Conde; Internacional Centro Cultural C. R. Medicina Paraná - Curitiba – Brasil; ARTITUDE - Câmara Municipal - Nazaré; Piticchio & The Innocent Mailart - Arcevia – Itália; S.Barbara 4ª Cava d'arte Contemporanea, Iglesias – Itália; Palcos Cruzados - Biblioteca Municipal - Vale Cambra; Galeria Adamastor - Foz Arelho; Ventiperventi - Nápoles – Itália; Centro Cultural de Esgueira – Aveiro; 5º Salão Artes Meio Ambiente – Rio Janeiro – Brasil; Galeria Cais Art´s - Vila do Conde; 6º Salão de Artes Plásticas - Escola Naval - Rio Janeiro – Brasil; Estágio Selecção Nacional Futebol - Hotel-Golf Montebelo – Viseu; Lugar do Vinho – Porto; Instituto de Artes da Urca - Rio Janeiro – Brasil; 30 Th Anniversary Artexpo International 2008 - New York – USA; PROVOCATIONS - Galeria Turismo – Nazaré; Stª Barbara, Anno Primo, Cava Terza - Aversa – Itália; Galeria Arte G - Presence of Min – Viseu; Emotivos - C. Cultural - Valado Frades; Artes do Brasil III - Galeria Adamastor – Foz Arelho, Azzurra - Il Napoli Nel Cuore - Castell'ovo - Nápoles – Itália; Collettiva Artisti a Confronto - CLub Enograstr - La Spezia – Itália; 1ª Cont. Artes Portugal, Brasil e Itália - G. Adamastor - Foz Arelho; Grupo Kromakrea - CasaGaleria - S. Paulo – Brasil; Sensitivity - Galeria Turismo – Nazaré.
2007
Specchio non Mente - Galeria Domus - Roma – Itália; Acqua Per La Pace - Instituto Prampolini - Borgo Podgora – Itália; Ventiperventi – Lineadarte - Nápoles – Itália; Il Volto Il Corpo e L'anima - Galleria Sekanina - Ferrara – Itália; Il Napoli Nel Cuore - Galleria Merliani 137 - Nápoles – Itália; Serena Terrazza d'Arte - Hotel Serena - Rieti – Itália; Golfo dei Poeti – Itinerante H. Astra, Garbini e Portobello - La Spezia – Itália; II Arte na Montanha - Hotel Regina - Campos Jordão – Brasil; Trocartes - Galeria Cais Art´s - Vila Conde; Art Meeting in London - Red Gate Gallery - Londres – Inglaterra; Dipingi una Stella - Sala Comunale - Rieti – Itália; VII Artes Plásticas - E.S.G.-Fortaleza S.João - Rio Janeiro – Brasil; Verão IV - Galeria Magenta - Figueira Foz; I Bienal Internacional - Galeria Mali Villas-Boas - S.Paulo – Brasil; Invisibile Silenzo – Galeria Ars Habitat - Génova – Itália; 1ª Mostra d'Arte Contemporânea Cittá - Pistoia – Itália; La Notte Della Balena Bianca - Neo Arte Gallery - Roma – Itália; Contrastes Artísticos - Museu Mosteiro Stª. Mafalda – Arouca; V Salão Artes Adesg - T.R.T. - Rio Janeiro – Brasil; 31º Salão Bernadelli - Soc. Brasileira Belas Artes - Rio Janeiro – Brasil; III Cult. Min. Def.-Policlínica - Praia Vermelha - Rio Janeiro –Brasil; I Arte no Quotidiano - Palácio Duque Caxias - Rio Janeiro – Brasil; 10º Cidade Maravilhosa - Soc Brasileira Belas Artes - Rio Janeiro – Brasil; Without - Igreja San Francesco C. Histórico Capranica - Capranica – Itália; Hotel Piccolo Eden - Città della Pieve – Itália; Puro Arte Dosmil Siete - Feira Internacional - Vigo – Espanha; ANTS-Arte Transformatrice e Nonviolenza - Florença – Itália; XXI Exp. Nac e II Salão Sul-Americano Artes - Curitiba – Brasil; 6º Salão Vinhos - Ass. Brasileira Sommeliers - Rio Janeiro – Brasil; A Arte do Vinho - Instituto de Artes da Urca, T.R.T. - Rio Janeiro – Brasil; VI Salão Artes Plásticas - Ass. Desenho Artes - Rio Janeiro – Brasil; Sensibilidades - 1ª DaVinci - Galeria Adamastor - Foz Arelho; in Libero Quadrato - Neo Art Gallery - Roma – Itália; Poésie Visuelle dans Paris - Galeries Artitude - Paris – França; Natal - Galeria Magenta - Figueira Foz; Escola Paraquedismo do Exército - Rio Janeiro – Brasil; Santa Barbara/2ª - LineaDarte - Nápoles – Itália; 29º Marinha Brasil - Soc. Brasileira Belas Artes - Rio Janeiro – Brasil; Museu Conde Linhares - Rio Janeiro – Brasil; Mostra di Natale - Galleria Oldrado da Ponte - Lodi – Itália; Artes do Brasil I, II e III - Galeria Adamastor – Foz Arelho.
Realizou até hoje, 27 Individuais e 138 Colectivas.
Exposições Especiais:
2007 - II Mostra de Artes Taubatena - Goeldi - Taubaté - Brasil (Video)
Publicações em Livros Arte:
2007 - Calendar’t – Associação Artística Cultural Oswaldo Goeldi, S. Paulo – Brasil.
2009 – Catalogo de Las Cotizaciones 2009-2010, Casa Editrice Alba, Ferrara-Itália.
2009 – Mitos de Arte - Antologia Pintores Portugueses Contemporâneos – Museu Berardo – Lisboa – Portugal.
Acervos:
Museu Conde de Linhares – Rio Janeiro
Museu de Vouzela
Museu de Mira (2)
Museu Etnográfico de Oliveira de Azeméis
Museu Fundação Dionísio Pinheiro - Águeda
Biblioteca Municipal de Oliveira do Bairro (2)
Biblioteca Municipal de Vale Cambra
Biblioteca Municipal da Nazaré
Misericórdia de Aveiro (2)
Câmara Municipal de Oliveira do Bairro (5)
Câmara Municipal Nazaré
Câmara Municipal Armamar
Misericórdia de Aveiro (2)
Centro Cultural de Esgueira – Aveiro
Centro Cultural da Nazaré
Conservatório Maria Campina – Faro (2)
Junta Freguesia do Estoril
Junta Freguesia de Esgueira
Centro Medicina Paraná, Curitiba – Brasil
ESG-Escola Superior de Guerra, Fortaleza S.João, Rio Janeiro - Brasil
Expõe regularmente desde 2005 em Portugal em Galerias e Museus, tendo também já efectuado exposições em Brasil, Espanha, França, Estados Unidos, Inglaterra, Alemanha, Angola e Itália.
As suas obras estão representadas em diversas colecções em Portugal, Espanha, França, Brasil, Inglaterra, Alemanha, Bélgica, Suíça, Estados Unidos, Angola, Moçambique, Argélia, Tunísia, África do Sul, Argentina, Chile, Canadá e México.
Texto-12/03/2010

Sem comentários:

Publicar um comentário

UMA AJUDA COM ARTE

Num movimento desencadeado por Sara Garrotte (Chuca), um elevado número de artistas plásticos e outras instituições ofereceram obras de arte para serem leiloadas, revertendo o produto para uma instituição de solidariedade da Madeira indicada pela Segurança Social. Feito um leilão devidamente licenciado pela Câmara Municipal do Porto, foi acordado, com a dita instituição de solidariedade social, a realização de uma exposição das obras remanescentes, no Funchal, aprontando-se aquela a alcançar o patrocínio de uma transportadora para que as obras chegassem à Madeira sem mais despesas, salvaguardando-se, desse modo, todo o pecúlio grangeado através do leilão, o qual foi remetido à aludida instituição social. Passado o mês de Setembro, e os mais meses até ao fim do ano de 2010, do Funchal, não veio "resposta, nem recado". Tememos, por isso, pelo trato futuro dado às obras postas à disposição para "AJUDA À MADEIRA" e resolvemos devolvê-las aos respectivos autores ou ofertantes, à disposição de quem se encontrarão até ao respectivo levantamento na Galeria. Galeria Vieira Portuense AUTORES DAS OBRAS: Aidê Zorek, Alberto D'Assumpção, Ana Camilo, Ana Maria Garcia, André Semblano, Angelina Gomes, António Dulcídio, António-Lino Pedras, Aníbal Alcino, Arnaldo Macedo, Bela Mestre, Bem-aventurado Jorge, Carlos Dugos, Carmen Santaya, Carmen Sevillano Estremera, Cassio Mello, Constância Néry, Célia Ribeiro, César Barros Amorim (Mutes), Danielle Carcav, Delfina Mendonça, Dina de Sousa, Estrela Rua, Felipe Alarcón Echenique, Fernando Pamplona, Francisco Urbano, Gabrielux, Gelin FM, Griñon, Ignacio Hábrica, Irene Gomis, Joana Gonçalves, Jorge Murillo Torrico, José A. Cardoso, José Gonçalves, José Projecto, José Rosinhas, Júlia Fernandes, Kim Molinero, Lamadrid, Lena Gal, Luiz Soares, Luz Morais, Luís Rodrigues, Marco Batista, Maria da Glória, Maria Dulce Bernardes, Maria Rosas, Maria Tereza Braz, Marina Cocós, Marina Fátima, Marina Mourão, Mary Carmen Calviño, Miguel Angel Salido Serrano, Mizé, Molina, Mário Rebelo de Sousa, MR (Miquelina Ribeiro), Neiro, Nelson Marques, Paula Navarro, Pedro Charters d’ Azevedo, Pedro S. Morillo, Pepa Mariño, Pilar Feás, Porfírio Alves Pires, Renato Pereira, Ritta Bremer, Roig de Diego, Rosa Lapinha, Rosaura Serrano Sierra, Sabela Baña Roibás, Sara Garrote (Chuca), Soledad Fernández, Sónia Lapa, Tareixa Barrós, Teodoro Büest, Té Salvado e Yolanda Carbajales.

Arquivo do blogue

Etiquetas