terça-feira, 23 de março de 2010

61. Célia Ribeiro
















“AS MANCHAS DO INFERNO”
Técnica mista sobre madeira, massas de relevo, acrílico e areia.
39,5x54

Nasceu em Agosto de 1960, próximo de Castelo Branco. Veio para Lisboa ainda criança e fez a sua vida distante das artes.
Até que em 1995, por um acaso, descobriu que tinha algum “jeitinho” para as artes decorativas. Desde então frequentou vários cursos e seminários, onde se familiarizou com as mais variadas técnicas.
A sua primeira aparição pública aconteceu em 1997, na FIL-Artesanato, tendo levado consigo algumas peças representativas do que tinha aprendido e foi nessa ocasião que verificou merecerem grande apreço por parte do público. Seguiu-se uma exposição em Santos-o-Velho e outra na Junta de freguesia de S. João da Talha.
Em finais de 1997, por necessidade de criar as suas próprias figuras, direccionou-se para o desenho e a pintura. Nessa altura já não foi o acaso, mas sim a procura consciente de que era isso que queria e necessitava fazer. Desde então não mais parou.
Fez uma primeira exposição colectiva com o GART no ano de 1998, para além de várias participações em outras pequenas mostras.
Em 2002 regressa à Fil-Artesanato, desta vez já com telas, desenhos, pinturas e “Muita Imaginação”. No ano seguinte voltou com muito mais segurança, exibindo todos os conhecimentos entretanto adquiridos.
Volta a estar com o GART em Novembro de 2003 na exposição colectiva de Alenquer.
Em 2004 decide matricular-se na Escola de Belas Artes, frequentou os três anos do Curso de Desenho.
As texturas e os relevos, são sem dúvida onde se identifica melhor. O grande desafio na utilização dos mais diversos materiais que utiliza nas telas.
Em 2009 participa em três exposições colectivas:
- Tripart’09 Internacional da Nazaré – 27 de Junho a 19 de Julho 2009
- Campin’arte - Fundação Pedro Ruivo - Faro - 11 a 30 Dezembro 2009
- Exposição de Solidariedade – Oliveira do Bairro 28 Novembro
Com Leilão revertendo a favor das Crianças com Multideficiência.
12 Dezembro 2009.
A vivência do dia-a-dia é uma constante que extravasa em EXPLOSÕES de cores, manchas e formas das suas telas.

Sem comentários:

Publicar um comentário

UMA AJUDA COM ARTE

Num movimento desencadeado por Sara Garrotte (Chuca), um elevado número de artistas plásticos e outras instituições ofereceram obras de arte para serem leiloadas, revertendo o produto para uma instituição de solidariedade da Madeira indicada pela Segurança Social. Feito um leilão devidamente licenciado pela Câmara Municipal do Porto, foi acordado, com a dita instituição de solidariedade social, a realização de uma exposição das obras remanescentes, no Funchal, aprontando-se aquela a alcançar o patrocínio de uma transportadora para que as obras chegassem à Madeira sem mais despesas, salvaguardando-se, desse modo, todo o pecúlio grangeado através do leilão, o qual foi remetido à aludida instituição social. Passado o mês de Setembro, e os mais meses até ao fim do ano de 2010, do Funchal, não veio "resposta, nem recado". Tememos, por isso, pelo trato futuro dado às obras postas à disposição para "AJUDA À MADEIRA" e resolvemos devolvê-las aos respectivos autores ou ofertantes, à disposição de quem se encontrarão até ao respectivo levantamento na Galeria. Galeria Vieira Portuense AUTORES DAS OBRAS: Aidê Zorek, Alberto D'Assumpção, Ana Camilo, Ana Maria Garcia, André Semblano, Angelina Gomes, António Dulcídio, António-Lino Pedras, Aníbal Alcino, Arnaldo Macedo, Bela Mestre, Bem-aventurado Jorge, Carlos Dugos, Carmen Santaya, Carmen Sevillano Estremera, Cassio Mello, Constância Néry, Célia Ribeiro, César Barros Amorim (Mutes), Danielle Carcav, Delfina Mendonça, Dina de Sousa, Estrela Rua, Felipe Alarcón Echenique, Fernando Pamplona, Francisco Urbano, Gabrielux, Gelin FM, Griñon, Ignacio Hábrica, Irene Gomis, Joana Gonçalves, Jorge Murillo Torrico, José A. Cardoso, José Gonçalves, José Projecto, José Rosinhas, Júlia Fernandes, Kim Molinero, Lamadrid, Lena Gal, Luiz Soares, Luz Morais, Luís Rodrigues, Marco Batista, Maria da Glória, Maria Dulce Bernardes, Maria Rosas, Maria Tereza Braz, Marina Cocós, Marina Fátima, Marina Mourão, Mary Carmen Calviño, Miguel Angel Salido Serrano, Mizé, Molina, Mário Rebelo de Sousa, MR (Miquelina Ribeiro), Neiro, Nelson Marques, Paula Navarro, Pedro Charters d’ Azevedo, Pedro S. Morillo, Pepa Mariño, Pilar Feás, Porfírio Alves Pires, Renato Pereira, Ritta Bremer, Roig de Diego, Rosa Lapinha, Rosaura Serrano Sierra, Sabela Baña Roibás, Sara Garrote (Chuca), Soledad Fernández, Sónia Lapa, Tareixa Barrós, Teodoro Büest, Té Salvado e Yolanda Carbajales.

Arquivo do blogue

Etiquetas