segunda-feira, 8 de março de 2010

31. ARNALDO MACEDO

























CICIO DE OUTONO
óleo s/tela
50x60 cm
(devolvido)

O Outono cai como uma cascata de água. Do céu pendem uns cortinados em tons escurecidos. O sol espreita timidamente através dos cabelos longos do tempo, enquanto que, do corpo de uma árvore, se solta o sussurro da solidão.
Contudo, o comboio das insónias espera pelos incrédulos amantes, que buscam o refúgio do deitar de uma maça.

Arnaldo Lúcio Dias Macedo, “109 anos de idade”, pintor surrealista, autodidacta, natural de Vizela.
O seu interesse pela pintura surgiu na Escola Primária, por influência de um professor que lhe percebeu o dom e o incentivou a criar. Mais tarde, recebeu de presente um estojo de pintura, começando a realizar os primeiros trabalhos a óleo.
Com um percurso essencialmente autodidacta, a sua obra atravessou vários estilos.
Caracterizado por traços realista, ganhou um segundo e terceiro prémio num concurso de pintura organizado pela Comissão de Festas de Vizela, no século passado, tendo como tema a paisagem da região.
O seu mérito tem vindo a ser reconhecido pela comunidade local e, de forma pontual, a sua obra tem vindo a ser exposta em alguns espaços do concelho e arredores.
Neste momento, o seu trabalho gira à volta de uma corrente surrealista que resulta da mistura entre a influência de alguns dos grandes artistas surrealistas do século XX, como Salvador Dali e Mário de Cesariny, e o seu próprio imaginário que se revela muito rico e peculiar, deambulando entre a força simbólica das imagens e a subtileza inteligente das palavras.

Sem comentários:

Publicar um comentário

UMA AJUDA COM ARTE

Num movimento desencadeado por Sara Garrotte (Chuca), um elevado número de artistas plásticos e outras instituições ofereceram obras de arte para serem leiloadas, revertendo o produto para uma instituição de solidariedade da Madeira indicada pela Segurança Social. Feito um leilão devidamente licenciado pela Câmara Municipal do Porto, foi acordado, com a dita instituição de solidariedade social, a realização de uma exposição das obras remanescentes, no Funchal, aprontando-se aquela a alcançar o patrocínio de uma transportadora para que as obras chegassem à Madeira sem mais despesas, salvaguardando-se, desse modo, todo o pecúlio grangeado através do leilão, o qual foi remetido à aludida instituição social. Passado o mês de Setembro, e os mais meses até ao fim do ano de 2010, do Funchal, não veio "resposta, nem recado". Tememos, por isso, pelo trato futuro dado às obras postas à disposição para "AJUDA À MADEIRA" e resolvemos devolvê-las aos respectivos autores ou ofertantes, à disposição de quem se encontrarão até ao respectivo levantamento na Galeria. Galeria Vieira Portuense AUTORES DAS OBRAS: Aidê Zorek, Alberto D'Assumpção, Ana Camilo, Ana Maria Garcia, André Semblano, Angelina Gomes, António Dulcídio, António-Lino Pedras, Aníbal Alcino, Arnaldo Macedo, Bela Mestre, Bem-aventurado Jorge, Carlos Dugos, Carmen Santaya, Carmen Sevillano Estremera, Cassio Mello, Constância Néry, Célia Ribeiro, César Barros Amorim (Mutes), Danielle Carcav, Delfina Mendonça, Dina de Sousa, Estrela Rua, Felipe Alarcón Echenique, Fernando Pamplona, Francisco Urbano, Gabrielux, Gelin FM, Griñon, Ignacio Hábrica, Irene Gomis, Joana Gonçalves, Jorge Murillo Torrico, José A. Cardoso, José Gonçalves, José Projecto, José Rosinhas, Júlia Fernandes, Kim Molinero, Lamadrid, Lena Gal, Luiz Soares, Luz Morais, Luís Rodrigues, Marco Batista, Maria da Glória, Maria Dulce Bernardes, Maria Rosas, Maria Tereza Braz, Marina Cocós, Marina Fátima, Marina Mourão, Mary Carmen Calviño, Miguel Angel Salido Serrano, Mizé, Molina, Mário Rebelo de Sousa, MR (Miquelina Ribeiro), Neiro, Nelson Marques, Paula Navarro, Pedro Charters d’ Azevedo, Pedro S. Morillo, Pepa Mariño, Pilar Feás, Porfírio Alves Pires, Renato Pereira, Ritta Bremer, Roig de Diego, Rosa Lapinha, Rosaura Serrano Sierra, Sabela Baña Roibás, Sara Garrote (Chuca), Soledad Fernández, Sónia Lapa, Tareixa Barrós, Teodoro Büest, Té Salvado e Yolanda Carbajales.

Arquivo do blogue

Etiquetas